100%

Vereadora acredita em solução ainda este ano para caso das famílias da Rua Horácio Sandi

A situação envolvendo a reestruturação da Rua Victor Sopelsa, no Parque de Exposições, caminha para uma solução ainda este ano. Pelo menos está é a expectativa da vereadora Marilane Fiametti (MDB) e também moradora atingida daquela rua é que reuniões entre as advogadas que representam o grupo e também com o Ministério Público mostram avanços no processo judicial.

Conforme a vereadora, a expectativa é que a Justiça determine a pericia da área por técnicos da área ainda neste ano. Desta forma será possível saber quem poderá voltar para as casas, as que precisam ser demolidas, por exemplo. “Nós estamos acreditando na Justiça e temos esperança que neste Natal poderemos estar no nosso lar”, explicou.

A manifestação da vereadora veio ao encontro da indicação do vereador Mauro Fretta (PSB) que solicita informações sobre os encaminhamentos relacionamentos para apresentação do projeto para revitalizar a rua Victor Sopelsa, de 9,5 milhões pelo Ministério das Cidades, por meio do Fundo Municipal da Defesa Civil.

Fretta lembrou que durante todo o projeto e programa de contenção de cheias o município recebeu do governo federal em torno de 6,5 milhões, enquanto que logo no primeiro projeto apresentado pela atual administração desde que regularizou o Sistema Municipal de Defesa Civil, já recebeu 9,5 milhões.

A expectativa agora é para conseguir executar o projeto e o plano de trabalho para conseguir dar tranquilidade para estas famílias, além de devolver as condições de acesso para o Parque de Exposições.
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 03/04/2018 - 16:01:32 por: Divaleia Salete Casagrande - Alterado em: 03/04/2018 - 16:04:23 por: Divaleia Salete Casagrande

Notícias

Dia do Gaúcho é lembrado na Câmara de Vereadores
Dia do Gaúcho é lembrado na Câmara de Vereadores

Hoje, 20 de setembro, é comemorado o Dia do Gaúcho. A data foi lembrada na Sessão Ordinária, desta quinta-feira, na Câmara de Vereadores de Concórdia. “Ser gaúcho é um sentimento. É preservar tradições e culturas, comentou Fabiano Caitano, que relembrou a influência que teve por parte do pai.

Indicação sugere que município possa repassar recursos para escolas gerenciarem de forma direta para pequenas demandas
Indicação sugere que município possa repassar recursos para escolas gerenciarem de forma direta para pequenas demandas

Facilitar e dar mais agilidade para a direção das escolas municipais e também dos Cmeis de Concórdia com o repasse de recursos que possam ser utilizados para a execução de pequenos reparos nos educandários. Está é a sugestão do vereador Claiton Casagrande (PR) que sugere para que o município possa adotar o modelo de repasse àquele adotado pelo governo do Estado.