100%

Vereadores voltam a questionar qualidade do trabalho do Consórcio Trix/Infracon no fechamento das valas

A qualidade do trabalho realizado pelo Consórcio Trix/Infracon no fechamento das valas onde foi instalado o esgoto sanitário em Concórdia foi, mais uma vez, tema de indicação e de preocupação entre os vereadores na sessão desta quinta-feira, sete, que encerrou a primeira semana de Reuniões Ordinárias do mês de junho.  “O levantamento que temos é que foram abertos e fechados 55 quilômetros de rede, e deste total, em torno de 40 quilômetros não foram fechados de forma correta. Ou seja, vai ser preciso refazer a maior parte do serviço”, comentou Evandro Pegoraro (PT), um dos autores da indicação que pede mais informações.

O pedido dos vereadores é para que o município notifique a  Casan para que ela não faça o pagamento total do valor da obra para o Consórcio, sem que todos estes declives sejam revistos e refeitos, deixando em condições de uso adequado a rua. “Senão cobrarmos agora, este, literalmente, abacaxi vai sobrar para o município de Concórdia”, alertou, dizendo que será preciso milhões para os consertos se a empresa não fizer.

Pegoraro também disse que está solicitando à Casan o contrato entre a estatal e o consórcio Trix/Infracon, porque não conseguiu encontrar nos sites destes órgãos.

O líder do governo na Câmara, Fabiano Caitano (PSDB), disse que concorda com Pegoraro no sentido da qualidade da obra. “Tem todo o lado positivo da saúde pública, mas realmente é lamentável a maneira como o trabalho vem sendo feito”, disse.

No entanto, ele lembrou que mesmo com toda a cobrança feita pela atual administração, o que será feito é “um remendo com mais qualidade”. Para Caitano faltou “pulso e clareza quando este contrato com a Casan foi firmado no ano 2000”. Agora, o prefeito Rogério Pacheco, tem cobrado de forma direta ao presidente da Casan, Adriano Zanotto, uma solução para os problemas de desníveis que tem ficado nas ruas de Concórdia.

Para Closmar Zagonel (MDB), o município não pode receber a obra da forma como ela está sendo posta e concluída. “Precisa ter uma garantia para esta recuperação. É tirar onda com o povo dizer que precisa deixar uma vala aberta para assentar o asfalto. Precisa abrir e fechar logo”, comentou ao dizer que o contrato de concessão prevê a fiscalização do município na obra, para que o pagamento para o Consórcio possa ser executado.
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 07/06/2018 - 15:12:10 por: Divaleia Salete Casagrande - Alterado em: 07/06/2018 - 15:12:10 por: Divaleia Salete Casagrande

Notícias

Casagrande e Fretta sugerem estudo para utilizar "pedreira do Santa Rita" para instalar Aterro de Inertes e recuperar a área
Casagrande e Fretta sugerem estudo para utilizar

Utilizar o espaço do local conhecido como “Pedreira de Santa Rita” para Aterro de Inertes para destinar resíduos de obras públicas. O pedido apresentado na sessão Ordinária de sexta-feira, 10 de agosto, é dos vereadores Claiton Casagrande (PR) e Mauro Fretta (PSB) para que o Executivo faça uma analise do terreno e possa em longo prazo fazer a recuperação da área em questão.

Projeto que autoriza o Programa de Pavimentação em Sistema Comunitário em Concórdia está aprovado pela Câmara
Projeto que autoriza o Programa de Pavimentação em Sistema Comunitário em Concórdia está aprovado pela Câmara

Moradores interessados em aderir ao Programa de Pavimentação em Sistema Comunitário em Concórdia poderão fazer isto nos próximos meses. O Projeto de Lei 30/2018 de autoria do Poder Executivo que trata da legislação deste sistema foi aprovado por unanimidade de votos em duas votações, nesta quinta e sexta-feira, e agora segue para sanção do prefeito Rogerio Pacheco, para fazer também a regulamentação da legislação

Oito Projetos de Lei foram analisados em primeira votação nesta quinta-feira, nove
Oito Projetos de Lei foram analisados em primeira votação nesta quinta-feira, nove

Os vereadores aprovaram por unanimidade de votos nesta quinta-feira, diversos projetos de lei. Entre elas está o Projeto de Lei 33/2018 que autoriza o financiamento de R$ 3.170.000 no Programa Avançar Cidades, para pavimentar cerca de 1,5 mil metros da Rua Catharina Mafessoni , no bairro da Gruta.  Toda a extensão da rua onde ainda não tem a pavimentação será asfaltada.

Gonçalves pede informações sobre pontos de ônibus
Gonçalves pede informações sobre pontos de ônibus

O vereador Edno Gonçalves (PDT) comentou sobre o Requerimento 134/2018  e o Pedido de Informação 126/2018. Ele solicita que a Prefeitura encaminhe todos os itens solicitados anteriormente dentro de um Pedido de Informação anterior relacionado ao processo do Diagnóstico SocioAmbiental.Os assuntos foram abordados na sessão desta quinta-feira, 9 de agosto.