100%

Capitão Nilson Carlos de Oliveira fala das blitz realizadas no trânsito de Concórdia

Atendendo ao pedido do Vereador Adair Tadeu Ribeiro (PMDB), esteve presente na Câmara de Vereadores no dia cinco de abril, terça-feira, o Comandante da 2ª Companhia do Segundo Batalhão de Polícia Militar, Capitão Nilson Carlos De Oliveira, que fez uma explanação sobre as blitz realizadas no trânsito de Concórdia pela Polícia Militar.

Segundo Ribeiro o objetivo do convite deve-se a pedido da população concordiense que tem o procurado reclamando sobre o excesso de blitz e multas lavradas pela Policia Militar. Ele diz que a grande maioria das pessoas que ligaram de janeiro pra cá, reclama da blitz na hora do pique do trabalho que seria das oito horas da manhã, meio-dia, e às 18 horas da tarde. “Todas essas pessoas pediram para que eu fosse a pessoa que falasse dos horários da blitz porque a blitz poderia ser colocada em horários como às 20 horas e ás 15 horas, horários que essas pessoas estão trabalhando porque o que mais fere são os trabalhadores que perdem a hora do trabalho”, alega Ribeiro.

Segundo o Capitão Nilson, foram realizadas quatro blitz no mês passado, dentre as quais, foram notificados três veículos nas oportunidades. “Quando eu determinei que fossem feitas as blitz eram blitz orientativas porque se for fazer blitz em Concórdia ou qualquer região, qualquer cidade, você faz notificações que não pode nem mensurar de tanto problema que tem. A orientação para os Policias foi fazer fiscalização no sentido orientativo e a repressão nos casos necessários, nas situações mais preocupantes, exageradas e graves. Paralelamente a essas blitz foram entregues bonés, camisetas e adesivos”, explicou o Capitão. Quanto à questão de horários nas blitz, Nilson informa que eles não foram escolhidos para fazer esta ou àquela hora, a questão é de disponibilidade de policiamento.

Para o Vereador Ribeiro a questão da cobrança do IPVA também precisa ser revista. “Eu concordo que a Lei permite multar, mas também nós temos muitas pessoas, inclusive os agricultores que além de serem prejudicados por causa da estiagem e da seca, recebem o salário a partir do dia sete de cada mês. Essas pessoas não têm o dinheiro no final do mês para pagar esses IPVAS”, declarou. O Vereador sugere que seja feita uma notificação e que seja dado um prazo de três dias antes de ser multado para o pagamento do IPVA.

O Capitão Nilson explica que na questão do IPVA a Lei tem uma determinação clara, o código de trânsito disciplina isto. “Se não é plausível cobrar porque a Lei determina, então o sujeito que tem o veículo creio que, ele tem que se adequar à norma. Se não posso deixar meu IPVA sem quitar e vou rodar tranqüilamente, não vou ser fiscalizado”, afirma o Comandante.

Notícias

Zagonel sugere estacionamento para bicicletas no centro de Concórdia
Zagonel sugere estacionamento para bicicletas no centro de Concórdia

Contribuir com a mobilidade urbana e com o meio ambiente é o grande objetivo do vereador Closmar Zagonel (MDB) através da indicação que sugere a criação de um estacionamento para bicicletas no centro de Concórdia. Ele afirma que os bicicletários poderiam garantir também mais conforto e segurança aos usuários.

Edno quer fechamento da pista de skate durante a madrugada
Edno quer fechamento da pista de skate durante a madrugada

Envolvido nas discussões que envolvem a utilização correta da pista de skate em Concórdia, o vereador Edno Gonçalves (PDT) sugeriu nesta quinta-feira (23) que o local seja totalmente cercado e fechado durante a madrugada. O objetivo da ação seria evitar principalmente o consumo de drogas e bebidas no local.

Guzzato pede UTI móvel para atender Concórdia e região
Guzzato pede UTI móvel para atender Concórdia e região

De autoria do vereador Anderson Guzzatto (PR), e subscrita pelos demais membros do Legislativo, a Moção 18/2019 foi aprovada por unanimidade nesta quinta-feira (23) e pede ao Estado que viabilize uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) móvel para atender Concórdia e região.

Marilane e Casagrande sugerem reconstrução de boca de lobo na Leônidas Fávero
Marilane e Casagrande sugerem reconstrução de boca de lobo na Leônidas Fávero

Indicações distintas, mas com o objetivo comum foram aprovadas por unanimidade nesta quarta-feira (22) no Legislativo concordiense. Os vereadores Marilane Fiametti Stuani (MDB) e Claiton Casagrande (PR) sugerem que seja realizada a manutenção ou reconstrução da boca de lobo localizada na Rua Leônidas Fávero, em frente à caixa de água da Casan, no Bairro Arvoredo.

Projeto que autoriza R$ 6 milhões para reconstrução da Victor Sopelsa e Horácio Sandi é aprovado na Câmara
Projeto que autoriza R$ 6 milhões para reconstrução da Victor Sopelsa e Horácio Sandi é aprovado na Câmara

Aprovado por unanimidade em primeira votação na Câmara de Vereadores, em sessão nesta quarta-feira (22), o Projeto de Lei 40/2019 autoriza, entre outros itens, que o Executivo suplemente R$ 6 milhões em recursos às obras de reconstrução das ruas Victor Sopelsa e Horácio Sandi, em Concórdia. O dinheiro é fruto de um convênio com a União e o local foi atingido por um desmoronamento que desabrigou 18 famílias em maio de 2017.

Demora nos serviços do IGP/IML é novamente debatida na Câmara de Vereadores
Demora nos serviços do IGP/IML é novamente debatida na Câmara de Vereadores

A demora nos serviços e no atendimento do Instituto Geral de Perícias (IGP) e do Instituto Médico Legal (IML) de Concórdia tem sido pauta frequente em diversas esferas e chegou novamente à Câmara de Vereadores na sessão desta terça-feira (21).  Mesmo com diversas cobranças por mais atenção ao órgão, a população ainda é obrigada a conviver com os problemas, enfrentados especialmente nas horas mais difíceis às famílias que perdem entes queridos.

Pegoraro quer estudo de viabilidade para semáforos intermitentes em Concórdia
Pegoraro quer estudo de viabilidade para semáforos intermitentes em Concórdia

Reforçar a segurança de quem trafega em horários noturnos no centro de Concórdia e também melhorar o fluxo em algumas vias centrais. Este é o objetivo da Indicação 410/2019, de autoria do vereador Evandro Pegoraro (PT) e aprovada por unanimidade nesta terça-feira (21). O documento sugere que seja elaborado um estudo de viabilidade para que os semáforos fiquem com sinal de alerta amarelo intermitente em alguns horários.