100%

Elaboração dos Planos Diretores da área urbana e do Entorno do Lago são debatidos na Câmara

Um conjunto de indicações da bancada do PT na sessão ordinária desta terça-feira, seis, tratou dos Planos Diretores do município de Concórdia.

Evandro Pegoraro (PT) pontuou que o Plano Diretor Urbano precisa da revisão para atender as mudanças que aconteceram nos últimos anos. “A mudança é muito rápida neste momento e este Plano é a espinha dorsal do município, que permite investimentos e mudanças”, comentou  ao dizer que nos últimos anos ocorreu uma inversão da população, sendo mais urbana agora do que rural.

André Rizelo (PT) comentou sobre o Plano Diretor do Entorno do Lago de Itá. “Já foram investidos recursos, mas o contrato foi rompido com a empresa por diversos motivos. Mas este plano é importante para regularizar situações e também incentivar novos negócios na região”, disse.

O líder do governo na Câmara, Fabiano Caitano (PSDB), explicou que realmente é necessário adequar a legislação para o empreendedorismo dos dias atuais. “Em breve deverá sair do papel, porque o trabalho já está sendo feito pela equipe do Urbanismo”, afirmou.

Sobre o Plano Diretor do Entorno do Lago de Itá, Caitano explicou que a rescisão do contrato, “se deu muito mais por erros da antiga administração, do que por problemas na empresa”. Isto porque, conforme informações apresentadas, o Plano elaborado pelo município, não estava de acordo com o Plano do Entorno do Lago de responsabilidade do Consórcio Itá, conhecido como Pacuera.

“Somente ao fim da antiga administração foi lançada a licitação, ocultando situações da população. É impossível falar em fazer o Plano Diretor sem flexibilizar o Pacuera. Em 16 anos, apenas foi permitida uma inserção no lago. Em junho deste ano, a Prefeitura de Concórdia encaminhou sugestões para o Consórcio Itá, como inserção de sítios de recreio e acessos ao Lago. No entanto, até então não haviam sido tomadas medidas para fazer os projetos andarem lado a lado”, comentou Caitano.

Closmar Zagonel (MDB) também se manifestou sobre a elaboração dos Planos. Para ele, o Plano Diretor Urbano “é imprescindível para adequar Concórdia aos novos tempos”. Zagonel defende um debate coletivo sobre o Plano Diretor, já que na visão dele isto é o que interfere na vida pessoas de forma direta.

Já sobre o Plano Diretor do Entorno do Lago, Zagonel disse que a maior parte dos municípios Lindeiros como Itá, Machadinho tem um plano que já está em revisão, e que Concórdia não conseguiu ainda elaborar o seu. “Não tem acesso para colocar um barco, ou uma marina. Não é possível que não possamos fazer um Plano aqui em Concórdia”, destacou.

Mauro Fretta (PSB) comentou que os ajustes são necessários para poder também movimentar a economia local. “Acaba por fomentar o comércio. Em Chapecó a verticalização já é liberada, enquanto que a zona de densidade em Concórdia é muito pequena. Precisamos de um Plano Diretor ousado para alavancar o desenvolvimento”, disse ao destacar que existe o interesse do investimento e pedir para que em 2019 os assuntos sejam debatidos.

Sala para Profis
Margarete Poletto Dalla Costa (PT) comentou sobre a necessidade da cedência de uma sala para que a Profis possa fazer o atendimento. Conforme ela, a entidade passa por dificuldades financeiras e precisaria de um espaço.

Fiscalização
André Rizelo (PT) ainda comentou sobre a necessidade do município, por meio do Procon, fiscalizar as agências bancárias que não têm respeitado o tempo mínimo de espera, e isto não apenas, segundo ele, em dias de mais movimento.
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 06/11/2018 - 16:20:11 por: Divaleia Salete Casagrande - Alterado em: 06/11/2018 - 16:20:11 por: Divaleia Salete Casagrande

Notícias

Nove emendas são protocoladas ao Projeto da LOA
Nove emendas são protocoladas ao Projeto da LOA

O Projeto de Lei 64/2018 que estima a receita e fixa a receita para o município de Concórdia em 2019, recebeu nove emendas na Câmara de Vereadores. O prazo para apresenta-las encerrou na tarde de terça-feira, 13, respeitando o que prevê a legislação de cinco dias após a leitura dos pareceres do projeto em Plenário, o que ocorreu no dia oito de novembro.

Aumento de 16% no salário dos Ministros do STF gera manifestações dos vereadores na Câmara
Aumento de 16% no salário dos Ministros do STF gera manifestações dos vereadores na Câmara

O aumento de 16% nos salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal pelo Senado Federal na quarta-feira, oito, repercutiu no Legislativo concordiense. Os vereadores demonstraram indignação e repúdio pelo aumento, que irá elevar o teto do salario para R$ 39,2 mil, caso não seja vetado pelo presidente Michel Temer (MDB). Discursos fortes e rompimento de apoios foram declarados na tribuna.

Casagrande sugere que município adote sistema de compras e licitações utilizando critérios sustentáveis
Casagrande sugere que município adote sistema de compras e licitações utilizando critérios sustentáveis

O vereador Claiton Casagrande (PR) sugeriu na Sessão Ordinária desta quarta-feira, sete, por meio de Indicação para que o município de Concórdia “possa regulamentar o Art 3º da Lei nº 8.666, de 21 de junho de 1993, dispondo sobre critérios de sustentabilidade ambiental na aquisição de bens, contratação de serviços ou obras pela administração pública municipal direta ou indireta”.

Escadaria do bairro Vista Alegre será reformada pela administração municipal
Escadaria do bairro Vista Alegre será reformada pela administração municipal

O vereador Valcir Zanella (PSDB) destacou na tribuna, na Sessão Ordinária, desta terça-feira, seis, o resultado da reunião do Governo Municipal, dentro do Programa Mais Urbanismo, realizado no bairro Vista Alegre, na noite de segunda-feira. Uma das ações destacadas, inclusive com a ordem de serviço assinada na reunião, foi a reforma da escadaria próximo a igreja do bairro, que será refeita no prazo de quatro meses, com um investimento de R$ 182.309,05.