100%

Aumento de 16% no salário dos Ministros do STF gera manifestações dos vereadores na Câmara

O aumento de 16% nos salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal pelo Senado Federal na quarta-feira, oito, repercutiu no Legislativo concordiense. Os vereadores demonstraram indignação e repúdio pelo aumento, que irá elevar o teto do salario para R$ 39,2 mil, caso não seja vetado pelo presidente Michel Temer (MDB). Discursos fortes e rompimento de apoios foram declarados na tribuna.

“É revoltante e foi aprovado por senadores que não tem compromisso e respeito com o povo brasileiro. Este projeto foi aprovado de forma oportunista. Duvido que seria aprovado antes do período das eleições”, afirmou Anderson Guzzatto (PR), o primeiro a se manifestar sobre o assunto.

Conforme Guzzatto, o funcionalismo publico federal terá reajuste apenas em 2020, “porque o governo federal precisa cortar custos”. Para ele, o que os senadores fizeram ontem, foi “colocar um nariz de palhaço na cara do brasileiro”.
Edno Gonçalves (PDT) disse que também estava de acordo com as palavras de Guzzatto. “Abre um leque muito grande para outros reajustes em efeito cascata”, alertou.

CLosmar Zagonel (MDB) afirmou estar indignado com a situação. “Para mim foi tudo combinado, um jogo de cartas marcadas, de vários partidos votando em favor dos ministros. Enquanto isso, o salario minino é de 998,00. O povo brasileiro precisa reagir”, disse ao dizer que o senador dele, Dário Berger (MDB) perdeu o apoio enquanto legislador.

O presidente da Câmara, Artêmio Ortigara (PR) citou uma reportagem para dizer que o presidente eleito, Jair Bolsonaro (PR), já havia declarado, que este não era o momento de aumentar salários.

Evandro Pegoraro (PT) disse que este aumento não cabe dentro da atual situação do Brasil. “Precisa ser feito uma Moção de Repúdio, é uma resposta que podemos dar e mostrar nosso descontentamento”, declarou.
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 08/11/2018 - 11:13:24 por: Divaleia Salete Casagrande - Alterado em: 08/11/2018 - 11:13:24 por: Divaleia Salete Casagrande

Notícias

Zagonel sugere estacionamento para bicicletas no centro de Concórdia
Zagonel sugere estacionamento para bicicletas no centro de Concórdia

Contribuir com a mobilidade urbana e com o meio ambiente é o grande objetivo do vereador Closmar Zagonel (MDB) através da indicação que sugere a criação de um estacionamento para bicicletas no centro de Concórdia. Ele afirma que os bicicletários poderiam garantir também mais conforto e segurança aos usuários.

Edno quer fechamento da pista de skate durante a madrugada
Edno quer fechamento da pista de skate durante a madrugada

Envolvido nas discussões que envolvem a utilização correta da pista de skate em Concórdia, o vereador Edno Gonçalves (PDT) sugeriu nesta quinta-feira (23) que o local seja totalmente cercado e fechado durante a madrugada. O objetivo da ação seria evitar principalmente o consumo de drogas e bebidas no local.

Guzzato pede UTI móvel para atender Concórdia e região
Guzzato pede UTI móvel para atender Concórdia e região

De autoria do vereador Anderson Guzzatto (PR), e subscrita pelos demais membros do Legislativo, a Moção 18/2019 foi aprovada por unanimidade nesta quinta-feira (23) e pede ao Estado que viabilize uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) móvel para atender Concórdia e região.

Marilane e Casagrande sugerem reconstrução de boca de lobo na Leônidas Fávero
Marilane e Casagrande sugerem reconstrução de boca de lobo na Leônidas Fávero

Indicações distintas, mas com o objetivo comum foram aprovadas por unanimidade nesta quarta-feira (22) no Legislativo concordiense. Os vereadores Marilane Fiametti Stuani (MDB) e Claiton Casagrande (PR) sugerem que seja realizada a manutenção ou reconstrução da boca de lobo localizada na Rua Leônidas Fávero, em frente à caixa de água da Casan, no Bairro Arvoredo.

Projeto que autoriza R$ 6 milhões para reconstrução da Victor Sopelsa e Horácio Sandi é aprovado na Câmara
Projeto que autoriza R$ 6 milhões para reconstrução da Victor Sopelsa e Horácio Sandi é aprovado na Câmara

Aprovado por unanimidade em primeira votação na Câmara de Vereadores, em sessão nesta quarta-feira (22), o Projeto de Lei 40/2019 autoriza, entre outros itens, que o Executivo suplemente R$ 6 milhões em recursos às obras de reconstrução das ruas Victor Sopelsa e Horácio Sandi, em Concórdia. O dinheiro é fruto de um convênio com a União e o local foi atingido por um desmoronamento que desabrigou 18 famílias em maio de 2017.

Demora nos serviços do IGP/IML é novamente debatida na Câmara de Vereadores
Demora nos serviços do IGP/IML é novamente debatida na Câmara de Vereadores

A demora nos serviços e no atendimento do Instituto Geral de Perícias (IGP) e do Instituto Médico Legal (IML) de Concórdia tem sido pauta frequente em diversas esferas e chegou novamente à Câmara de Vereadores na sessão desta terça-feira (21).  Mesmo com diversas cobranças por mais atenção ao órgão, a população ainda é obrigada a conviver com os problemas, enfrentados especialmente nas horas mais difíceis às famílias que perdem entes queridos.

Pegoraro quer estudo de viabilidade para semáforos intermitentes em Concórdia
Pegoraro quer estudo de viabilidade para semáforos intermitentes em Concórdia

Reforçar a segurança de quem trafega em horários noturnos no centro de Concórdia e também melhorar o fluxo em algumas vias centrais. Este é o objetivo da Indicação 410/2019, de autoria do vereador Evandro Pegoraro (PT) e aprovada por unanimidade nesta terça-feira (21). O documento sugere que seja elaborado um estudo de viabilidade para que os semáforos fiquem com sinal de alerta amarelo intermitente em alguns horários.