100%

Bancada do PT pede campanha mais intensa para conscientizar e prevenir sobre transmissão do vírus HIV

A conscientização necessária para diminuir os casos de transmissão do vírus HVI foi tema de uma indicação apresentada pela bancada dos vereadores do PT, na sessão Ordinária de quarta-feira, seis de dezembro. A data, lembrada mundialmente para desenvolvimento de ações preventivas, foi no dia 1º de dezembro.

O vereador André Rizelo (PT) destacou que em 2018, conforme notícias veiculadas na imprensa concordiense, foram identificados 21 novos casos, sendo cinco mulheres e 16 anos, na faixa etária entre 20 e 60 anos. “Somados, o total de casos identificados é 444, mas apenas 214 deles têm realizado o tratamento. Considero um número baixo. Por isto, estamos apresentando a sugestão para que o governo municipal possa fazer campanhas para conscientizar as pessoas da importância da prevenção, bem como da possibilidade de esclarecer sobre a importância do tratamento”, justificou.

Evandro Pegoraro (PT) comentou que as campanhas precisam ser difundidas nos mais diversos espaços, procurando atingir todas as camadas de idade e classes sociais. “No mundo, 36 milhões pessoas foram diagnósticas com a doença. No Brasil, estão identificas mais de 800 mil. No entanto, o índice de morte, tem diminuído”, justificou o vereador.

Para ele, as campanhas ajudam na proteção e de proteger a vida. “Por isso entendo que é mais vantajoso investir em prevenção do que em tratamentos”, defendeu.

Anderson Guzzatto (PR) comentou que existem situações que existem casos de gravidez em que o feto foi preservado do vírus, com o tratamento adequado. “Os cuidados precisam ser replicados o tempo todo, porque em tempos de pouca responsabilidade, as consequências podem ser sérias”, disse, ao reconhecer que o município já faz um importante trabalho na área de prevenção.

Margarete Poletto Dalla Costa (PT) destacou que dos 21 casos diagnosticados em Concórdia, nenhum é bebe. “Em anos anteriores, o preconceito era grande. Mas os tratamentos disponíveis e os medicamentos têm garantido qualidade de vida para as pessoas que precisam enfrentar a situação”, destacou ao pedir que as campanhas ganhem “um corpo maior”.

Valcir Zanella (PSDB) comentou que os cuidados e as orientações devem ir além da área de Saúde, chegando também para a área de Educação. “A vida sexual começa cada vez mais cedo, e é preciso formar uma rede de informação para estes jovens, por meio da família, meio escolar e de saúde pública, para que possam receber orientação adequada a faixa etária e também sobre as consequências dos atos, que podem ser para toda a vida”, comentou.


Síndrome Alcóolica Fetal

Marilane Fiametti Stuani (MDB) solicitou para que o Município também trabalhe em campanhas para orientar sobre o perigo do alcoolismo na gravidez. “Existem registros consideráveis de problemas em sala de aula relacionados aos casos de Síndrome de Alcoólica Fetal, em que o bebe é exposto à ingestão de bebidas por meio da mãe, que depois apresentam problemas lá na vida escolar das crianças”, alertou.
 
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 05/12/2018 - 09:24:49 por: Divaleia Salete Casagrande - Alterado em: 05/12/2018 - 11:16:03 por: Divaleia Salete Casagrande

Notícias

Câmara tem as duas últimas sessões ordinárias de 2018 na próxima semana
Câmara tem as duas últimas sessões ordinárias de 2018 na próxima semana

A penúltima Sessão Ordinária de 2018 da Câmara de Vereadores de Concórdia terá diversos projetos de lei para serem apreciados em Plenário. O objetivo é encaminhar os projetos para que o Executivo possa dar andamento normal às atividades, como os que tratam de abertura de suplementação de valores.

LOA é entregue para o Poder Executivo
LOA é entregue para o Poder Executivo

O presidente da Câmara de Vereadores de Concórdia, Artêmio Ortigara, entregou na  quarta-feira, 5 de dezembro, o Projeto de Lei 64/2018 que aprovou o orçamento do município de Concórdia, para 2018.

Projeto de Lei que autoriza regulamentação dos food trucks é aprovado na Câmara
Projeto de Lei que autoriza regulamentação dos food trucks é aprovado na Câmara

O  Projeto de Lei Complementar 16/2018 que trata de uma alteração no Código de Posturas para permitir que o Poder Executivo possa realizar a regulamentação para o comércio na modalidade de food truck em Concórdia, foi aprovado em primeira votação, na manhã desta terça-feira, quatro de dezembro, pela Câmara de Vereadores, por unanimidade de votos.