100%

Câmara devolve R$ 815 mil para a Prefeitura de Concórdia

A Câmara de Vereadores de Concórdia devolveu aos cofres do município, na manhã desta sexta-feira, 28, o valor de R$ 815.865,32. O saldo é a sobra da receita repassada pelo Poder Executivo para o exercício de 2018.  O repasse para o Legislativo é feito com base na receita tributária e transferências correntes do exercício anterior, limitada a 7% para municípios com até 100 mil habitantes.

Por lei, a Câmara teria um limite de orçamento de R$ 15.143.058,53 neste ano, mas o gasto foi de apenas R$ 3.415.783,39. Uma diferença de quase R$ 12 milhões. No recurso devolvido, soma-se o rendimento da aplicação financeira, de quase R$ 6 mil.

 “Em 2017, o valor devolvido foi menor, porque o orçamento da Câmara também foi menor. Mesmo assim, tomamos todo o cuidado para devolver o valor necessário para ser revertido em outros serviços para a população”, destacou o presidente Artêmio Ortigara (PR).

O prefeito de Concórdia, Rogério Luciano Pacheco (PSDB) destacou a responsabilidade com os recursos públicos, que poderão ser utilizados para atender as demandas apresentadas pelo Legislativo. “Quem ganha com este valor é a sociedade concordiense, e é um valor importante para ser utilizado para a comunidade”, pontuou.

O presidente da Câmara de Vereadores, Artêmio Ortigara (PR) destaca que a devolução do recurso é fruto do trabalho de economia, baseado em uma gestão que teve por objetivo oferecer transparência e ações para a comunidade, com o menor custo possível.

“Para isso, por exemplo, investimos em tecnologia, melhorando a qualidade da transmissão ao vivo das sessões, reduzindo custos, inclusive encerrando um contrato terceirizado, passando todo o serviço para os servidores da Casa, que tem feito o trabalho de forma adequada”, destacou.

Acompanharam o ato de devolução o vice-prefeito de Concórdia, Edilson Massoco (PR), o líder do governo, Fabiano Caitano (PSDB), o vice-presidente da Mesa Diretora, Anderson Guzzatto (PR), e o segundo Secretário da Mesa, Claiton Casagrande. Parte da equipe de governo também acompanhou o ato de devolução. O valor já está depositado na conta da Prefeitura de Concórdia.

Redução de diárias e custos

Para preservar o dinheiro público, a atual Mesa Diretora, também reduziu ainda em 2017, as diárias dos vereadores, por meio da Resolução em 15%. Ortigara também abriu mão de receber 50% a mais que teria direito, por ser Presidente da Câmara. “ Foram mais de duas mil proposições analisadas, em assuntos que diretamente estão ligados com a população concordiense”, comentou Ortigara.

Outras medidas também foram adotadas, como por exemplo, negar o pedido de alguns vereadores que no começo de 2017, ou seja, desta atual legislatura, solicitaram que o Legislativo disponibilizasse para cada um deles, um aparelho de telefone celular e vagas de estacionamento paga para os veículos pessoais. Os pedidos foram rejeitados, inclusive por outros legisladores que não faziam parte da atual Mesa Diretora.

Para o próximo ano, conforme atendimento a uma recomendação do Ministério Público, acatada pelo atual presidente Ortigara, os servidores comissionados também irão bater ponto de forma eletrônica. “Os servidores já cumprem a jornada e é uma maneira de dar ainda mais transferência ao trabalho realizado dentro da Câmara”, pontuou.
 
Protocolos desta Publicação:Criado em: 28/12/2018 - 11:57:36 por: Divaleia Salete Casagrande - Alterado em: 28/12/2018 - 13:43:51 por: Divaleia Salete Casagrande

Notícias

Sem obras confirmadas, Zagonel cobra novamente melhorias ao transporte urbano
Sem obras confirmadas, Zagonel cobra novamente melhorias ao transporte urbano

A solicitação é antiga, mas ainda não foi atendida. E por conta disso o vereador Closmar Zagonel (MDB) cobra novamente a modernização do transporte urbano de Concórdia, especialmente no que diz respeito a melhorias no terminal, com construção de banheiros, cercas e bebedouros. A indicação que trata do assunto já foi protocolada na Câmara.

Guzzatto quer psicólogos atuando nas escolas de Concórdia
Guzzatto quer psicólogos atuando nas escolas de Concórdia

Já tramita na Câmara de Vereadores um Projeto de Lei de autoria do vereador Anderson Guzzatto (PL) que sugere a criação do cargo de psicólogo para atuar nas escolas municipais de Concórdia. A ideia, conforme o documento, é atuar diretamente nas questões sociais e emocionais que afetam diretamente o processo de aprendizagem e de convívio escolar.

Após supostas irregularidades em serviços de horas-máquina, vereadores formalizam denúncia no MP
Após supostas irregularidades em serviços de horas-máquina, vereadores formalizam denúncia no MP

O presidente e o vice da Câmara de Vereadores de Concórdia, Mauro Fretta (PSB) e Closmar Zagonel (MDB), respectivamente, entregaram nesta sexta-feira (14) a documentação relacionada às possíveis irregularidades em serviços de horas-máquina no interior do município ao Ministério Público (MP). No Legislativo, já estão em andamento procedimentos paralelos para apurar a situação.

Vereadora Marilane cobra melhorias nas estradas estaduais
Vereadora Marilane cobra melhorias nas estradas estaduais

A vereadora Marilane Fiametti Stuani (MDB) está cobrando mais uma vez as manutenções constantes, como roçadas, pinturas, limpeza de sarjetas e tapa-buracos das rodovias estaduais que ligam o município de Concórdia a outras cidades da região. 

Projeto prevê desconto no IPTU para quem instalar câmeras de videomonitoramento em Concórdia
Projeto prevê desconto no IPTU para quem instalar câmeras de videomonitoramento em Concórdia

Incentivar os concordienses a auxiliar no monitoramento da cidade é um dos principais objetivos do Projeto de Lei 22/2019, que tramita no Legislativo. O documento está sendo analisado pelas comissões e dispõe sobre o desconto de Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) às empresas e aos munícipes que instalarem câmaras de videomonitoramento. O programa foi batizado de Cidade Vigiada e a sugestão é de autoria do vereador Mauro Fretta (PSB).

Vereadores aprovam suplementação de mais de R$ 2 milhões à Saúde de Concórdia
Vereadores aprovam suplementação de mais de R$ 2 milhões à Saúde de Concórdia

Em sessão extraordinária nesta segunda-feira (10), os vereadores aprovaram em segunda votação o Projeto de Lei 38/2019, que autoriza o Executivo a suplementar R$ 2,1 milhões à Saúde de Concórdia. O presidente do Legislativo, Mauro Fretta (PSB), fez questão de dar celeridade à votação, embora tenha cobrado que ficasse claro no documento onde os recursos serão aplicados.

Projeto que dispõe sobre a Política Pública de Atendimento Psicopedagógico nas escolas é aprovado na Câmara
Projeto que dispõe sobre a Política Pública de Atendimento Psicopedagógico nas escolas é aprovado na Câmara

Foi aprovado em primeira votação nesta quinta-feira (6) na Câmara de Vereadores o projeto que dispõe sobre a Política Pública de Atendimento Psicopedagógico e Neuropsicopedagógico nas escolas da rede pública de ensino do Município de Concórdia. O documento é de autoria do vereador Evandro Pegoraro (PT) e a sessão foi acompanhada por diversos profissionais da área da educação.

Casagrande defende revisão de velocidade permitida em algumas rodovias
Casagrande defende revisão de velocidade permitida em algumas rodovias

O vereador Claiton Casagrande (PL) teve aprovado nesta quinta-feira (6) um Requerimento em que solicita às autoridades estaduais e nacionais para que estudem a possibilidade da majoração da velocidade regulamentar nas rodovias já implantadas, com base no disposto no Artigo 61 da Lei Nº 9.503, de 23 de Setembro de 1997, alterado pela Lei Nº 13.281, de 4 de maio de 2016. Na prática, o documento requer a definição das máximas em alguns trechos.

Edno cobra mais atenção à manutenção do calçadão em Concórdia
Edno cobra mais atenção à manutenção do calçadão em Concórdia

Através de fotos que mostram a precariedade de alguns pontos do calçadão de Concórdia, o vereador Edno Gonçalves (PDT) cobrou novamente mais atenção à manutenção do local. Através de um pedido de informação aprovado nesta quinta-feira (6), ele solicita ao Executivo que seja informado qual a data da última manutenção realizada no calçadão, com a cópia da nota fiscal.